Renda-se ao Seu amor.

[Recomendo ouvir LifeHouse – Everything]

Toda garota, pelo menos uma vez na vida, sofre de amor não correspondido. E eu posso dizer por mim mesma que não é nada legal. É algo que vai quebrando seu coração aos poucos, em vários pedacinhos.

Mas, não é só conosco que isso acontece, sabia? Você já imaginou que talvez já tenha feito alguém sofrer também? Por mais que algumas digam que não, por se acharem feias, tímidas demais, rejeitadas, ou o tipo de garota que um menino nunca olharia; eu te afirmo que SIM! Teve alguém que já sofreu de amor por você!

Esse alguém acompanhou cada passo seu. E esse alguém é tão perfeito, mas mesmo assim consegue amar a você que é cheia de defeitos. Ele é “muita areia para o seu caminhãozinho”, mas mesmo assim continua esperando por você. Esse alguém poderia escolher qualquer pessoa do mundo, mas ele ainda prefere você. Esse alguém deu a vida por você, coisa que qualquer outro garoto imaturo não faria, e você continua o desprezando.

E esse alguém, diz a você:

“Por mais que você me rejeite, continuarei aguardando por você até seu último suspiro. Porque é você que eu quero! O meu amor é o maior do mundo. Ele não é imperfeito! Eu te aceito como estás. Do jeito que você é. Acredite! Para mim você é a pessoal mais especial do planeta. Eu te acho linda, exatamente desse jeitinho! Meu amor não vai te obrigar a nada do que não queira fazer. Meu amor não olha para os seus defeitos. Meu amor não te esnoba.

Por que você continua correndo atrás daquele menino, se tudo o que você precisa nesse momento é do MEU amor? Ele é o único que não vai te trocar. Que não vai enjoar de ti. Não vai te deixar, te trair, te desiludir. E a minha promessa não será quebrada!

Eu quero te proteger! Meu amor te protege. E você precisa da minha proteção. Eu quero te abraçar! Permita-me te abraçar! Permita-me encher seu coração com o meu amor, para que você não sinta falta de nada. Me ame! Venha, e deixe-me te amar! Me corresponda e veja o que é o verdadeiro amor. Entenda seu significado. Você é mais importante para mim do que para qualquer outro garoto. Ninguém nunca vai te amar como eu te amo. Eu sempre estarei aqui. Nunca te abandonarei.

Eu jamais brincarei com os seus sentimentos. Porque também tenho os meus. Se você está triste, eu também me entristeço. E quando você fica alegre, não há nada que me deixe mais feliz. Quando você chora… Meu coração despedaça, esperando pelo momento que você me entregará sua vida para que Eu tome conta.

Eu nunca desistirei de você! Por mais que você me despreze, e não importa o quanto faça isso, a cada dia aguardo ansioso pelo seu amor. Dei minha vida por você e daria de novo. As marcas nas minhas mãos foram por amor à você. E em meio a toda aquela dor, você era meu único pensamento.

Mesmo dois mil anos depois, continuo provando meu amor, honrando minha promessa; continuo de braços abertos… Mas você precisa me aceitar! E o pouquinho que você fizer já vai me deixar tão feliz! E a você também! Você experimentará maravilhas que seus olhos nunca viram, ouvidos nunca ouviram, nem nunca imaginou.

Nunca sentirá medo ao meu lado, porque estarei lutando por você até o último dia de sua vida. Esse é o verdadeiro amor!

Menina, você não percebe o quanto Eu te amo? Venha… E abra seus braços para mim também!

Com muito amor,

Jesus Cristo.”

Beta

Saudade.

Saudade. O que é? Por que é? Eu não sei! Mas o que sei é que é real! Tão real quanto o fato de você estar lendo isso. Sei que faz parte do destino de cada garota. E sei que não tem como escapar.

Terá dias que você perceberá sua presença com um sorriso no rosto e as lembranças no coração. E conforme o tempo for passando, você vai sentir um buraco no peito. Chorando e gritando você vai pedir para que ela vá embora imediatamente. Quando você acordar, ela vai ser a primeira a te dar bom dia. Ao dormir, um beijo amargo de boa noite. Ela vai aparecer até nos seus sonhos.

Você pode achar ruim. Muito ruim! Mas daqui há muitos anos quando você estiver quase no fim da vida e estiver aprendido a conviver com ela, quando chegar na época onde o niilismo toma conta de você, aquela fase que sua vida parece não andar mais, não sai da mesmice, quando você estiver chegado ao ponto de se comparar com um zumbi; então você lembrará de quando você era uma adolescente e sua vida era movida por emoções. De quando a saudade vinha com tudo e seu coração quase explodia.

Nesse dia, você saberá que poder sentir a saudade dentro de você, fazendo seu coração pulsar mais rápido, mostra que está mesmo viva. E vai dizer que daria tudo para poder senti-lá mais uma vez, como antes.

 

Beta

Talvez.

De frente para uma folha branca, tantos pensamentos passam pela cabeça, mas nada consigo escrever. Mesmo estando tão longe, lembrar você faz meu coração bater a mil por hora. Talvez seja porque lembrar você me acalma. É como se estivesse ao meu lado. Aqui bem pertinho. É com estar voando e… E… De repente, bater de cara em um muro. Um muro de incertezas, que acaba com tudo. Esmaga todas as minhas esperanças. E nesse muro, além das incertezas, os medos, que me atormentam. E o pior deles é te perder pra sempre. Talvez isso já tenha acontecido. E eu sinto TANTO sua falta! É, acho que consegui. Agora está escrito. Talvez apenas palavras jogadas ao vento, talvez! (Beta)

2.

Se tem uma coisa que eu aprendi, e que vou lutar para  que sempre seja assim, não deixando circunstâncias mudar; é ser sempre, em qualquer situação, diante de qualquer sentimento ou emoção… Eu mesma! Não há melhor maneira de se conquistar as pessoas além desta. (Beta)

1.

Às vezes você faz coisas que não me deixam acreditar que vieram de você. Tão surreais. Coisas que na minha mente, você nunca faria, mas era tudo o que eu mais desejava. É difícil de acreditar que não foi um sonho. Aconteceu. E são nesses momentos que lembro, que foi assim, e por isso, que me apaixonei por você. Você me surpreende! (Beta)

EU NÃO ADMITO.

Eu não admito não te ver mais uma vez.

Eu não admito não sorrirmos juntos novamente.

Eu não admito não poder viver tudo outra vez.

Eu não admito não estar em teus braços.

 

Eu não admito que esteja feliz sem mim.

Eu não admito que destrua meus sonhos.

Eu não admito que me despreze.

Eu não admito que minta pra mim.

Eu não admito que me apague da sua vida.

 

Eu não admito que se esqueça de nossos momentos.

Eu não admito que não consiga fazer o mesmo contigo.

Eu não admito sentir sua falta.

Eu não admito chorar por você.

Eu não admito que apenas eu sofra.

 

Eu não admito não te superar.

Eu não admito ainda te amar.

Eu não admito não te odiar.

Eu não admito. Eu não admito!

Afinal, Quem é você?

Eu viveria de novo aquele momento, em janeiro eu me lembro. Eu ia te dizer, não tenho dúvida, você é minha única certeza! (Como se fosse ontem – NX Zero)

É como diz, eu viveria de novo. Não mudaria nada do que aconteceu! Cada momento em JANEIRO. Foi especial, como nunca tinha sido. Tudo de repente fazia sentido. Você estava lá comigo. Você era tão gentil. O que eu esperei e sonhei por meses, estava acontecendo! Era muito melhor do que eu queria! Eu tinha um novo amor, e era correspondido!

Hoje, FEVEREIRO, MARÇO, ABRIL… Cadê você? Vivendo sua vida, como se os momentos que passamos juntos nunca tivessem acontecido. Ou como se simplesmente não tivesse feito diferença pra você. E eu sei que fez! Seu olhar te denunciava. Mas você age como se não! A verdade é que você tem medo de admitir, de se apegar. E transmite para os outros que não está sentindo minha falta.

As poucas vezes que nos falamos depois daquilo, você foi estúpido, grosso e ignorante. Como se nós nos odiássemos desde criança. Como se eu fosse aquele patinho feio que fica no seu pé. Ou como se eu fosse uma desconhecida que esbarra em você na rua. Mas como isso?

Foi então que hoje eu cheguei à conclusão. Será que era você? Pra mim são duas pessoas completamente diferentes. São dois de você. São duas pessoas, duas personalidades, apensa com a fisionomia em comum.

São dois. Aquele que eu sou apaixonada. Aquele que ao me lembrar meu coração dói de tantas saudades. Que quando eu olho as fotos, eu posso fechar meus olhos e reviver nas minhas lembranças. Aquele que ainda me faz lembrar como eu me senti feliz. Aquele que sorria quando eu sorria. Que me fazia rir. Que estava sempre ao meu lado. Que quando me abraçava fazia meu coração delirar.

E o segundo. Ah o segundo! Como eu o odeio! Sempre o odiei. Nunca nos demos bem. Eu sempre odiei o jeito de ele ser arrogante. De achar que a solução dos seus problemas é fugir dos outros. De não querer admitir seus sentimentos. De pisar e quebrar meu coração em pedaços. Que não é capaz de perguntar se estou bem. Aquele que eu tenho nojo só de olhar para sua foto.

Por isso que pra mim, simplesmente não pode ser você. Não pode ser a mesma pessoa. Como alguém pode ser tão amável em um momento, e em outro ser um monstro que ninguém quer chegar perto? Por favor, não me diga que é o mesmo garoto. Me diga que aquele garoto que eu amo existe, e que eu posso ignorar esse outro que eu ao menos nem conheço. Por favor! Me diga que são dois, e que eu posso ser feliz com o primeiro!

Beta

Entradas Mais Antigas Anteriores