Caixa de pandora #Saudades.

Saudade vem e deita do meu lado em seu lugar. E diz pra mim, que mesmo que eu não eu vou te amar. (Saudade – Adryana e a rapaziada)

Carta destinada a você elemento X.

Parece uma eternidade. Como pode parecer tanto tempo? Você sumiu? Está se escondendo? Resolveu se afastar do mundo, de tudo e todos… DE MIM?

Eu realmente sinto sua falta. Sinto mais do que gostaria. Ainda penso em você.

Gostaria de ouvir sua voz. Ouvir sua respiração. Suas risadas. Algo!!! Qualquer coisa. Saber como você está, mesmo se for para você dizer que está ótimo. Te ver mais uma vez ou pela última vez.

Sabe o que me mata? O que me deixa furiosa? A cada dia sinto sua falta. Uma música me faz lembrar um dia que estive com você. Mínimas coisas me lembram que você ainda faz parte da minha vida. Cada dia que eu lembro de você é um que você esquece de mim. Me revolta saber que sua existência é importante para mim. Já a minha existência no seu mundo é irrelevante. Quantos gestos ridículos seus foram motivo de alegria para mim? Enquanto você fica rindo a toa.

Então é isso? Eu trouxa sinto saudades enquanto você, continua com sua vidinha. Se afasta. Permanece frio e calculista. Simplesmente se recusa a sentir saudades de mim.

Falando nessa palavrinha. Afinal o que é a saudade? Ela faz bem ou não? Tenho como escapar dela?

Saudade é a vontade de tê-lo próximo a mim (de novo). Saudade é relembrar um momento perfeitamente, só fechando os olhos. É sentir que está faltando algo (faltando você). Querer reviver momentos. Essa saudade que as vezes me faz tão feliz por tudo o que já aconteceu. Que me faz questionar certas atitudes. Eu teria feito tudo da mesma maneira? Saudade que faz o coração ficar apertado. As lágrimas escorrerem. Tudo isso porque você não está aqui!

Quem nunca sentiu saudades? Quem pode me definir o que ela é? Me diga se você nunca sentiu?

O que pessoas normais tentam fazer para diminuir as saudades? Telefonam. Vão ao encontro da outra pessoa. Escrevem cartas. Conversam pela internet. Como fazer isso se você não me da um sinal de vida?

Uma vez eu li a seguinte frase: “O seu silêncio me mata.” É como me sinto. Como se não bastasse a distância “geográfica” entre nós, tenho que aturar seu silêncio. Sinto sua falta e não há nada que eu possa fazer para mudar isso. Sinto sua falta e você permanece mudo e tão quieto.

Não depende só mim. Você não pode fingir que é educado? Não pode dar um oi? Não!!! Você é ocupado demais para isso. Você pensa demais em si mesmo para isso. Quem liga se eu sinto sua falta? Afinal, você está bem é só o que importa.

Nada melhor para terminar esta carta falando o que eu desejo para você. Eu quero que você sinta muitas saudades de uma garota. Ai você vai entender. Viver na pele o que eu estou te dizendo. Eu espero que não demore. Afinal, mais cedo ou mais tarde vai acontecer. E… EU QUERO SER ESSA GAROTA!!!

Alfa

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Gabriela
    maio 18, 2012 @ 14:22:55

    Perfeitoo’
    Adoroo seu blog.. eh perfeito demais..
    Obgda pela suas palavras 😀

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: