Afinal, Quem é você?

Eu viveria de novo aquele momento, em janeiro eu me lembro. Eu ia te dizer, não tenho dúvida, você é minha única certeza! (Como se fosse ontem – NX Zero)

É como diz, eu viveria de novo. Não mudaria nada do que aconteceu! Cada momento em JANEIRO. Foi especial, como nunca tinha sido. Tudo de repente fazia sentido. Você estava lá comigo. Você era tão gentil. O que eu esperei e sonhei por meses, estava acontecendo! Era muito melhor do que eu queria! Eu tinha um novo amor, e era correspondido!

Hoje, FEVEREIRO, MARÇO, ABRIL… Cadê você? Vivendo sua vida, como se os momentos que passamos juntos nunca tivessem acontecido. Ou como se simplesmente não tivesse feito diferença pra você. E eu sei que fez! Seu olhar te denunciava. Mas você age como se não! A verdade é que você tem medo de admitir, de se apegar. E transmite para os outros que não está sentindo minha falta.

As poucas vezes que nos falamos depois daquilo, você foi estúpido, grosso e ignorante. Como se nós nos odiássemos desde criança. Como se eu fosse aquele patinho feio que fica no seu pé. Ou como se eu fosse uma desconhecida que esbarra em você na rua. Mas como isso?

Foi então que hoje eu cheguei à conclusão. Será que era você? Pra mim são duas pessoas completamente diferentes. São dois de você. São duas pessoas, duas personalidades, apensa com a fisionomia em comum.

São dois. Aquele que eu sou apaixonada. Aquele que ao me lembrar meu coração dói de tantas saudades. Que quando eu olho as fotos, eu posso fechar meus olhos e reviver nas minhas lembranças. Aquele que ainda me faz lembrar como eu me senti feliz. Aquele que sorria quando eu sorria. Que me fazia rir. Que estava sempre ao meu lado. Que quando me abraçava fazia meu coração delirar.

E o segundo. Ah o segundo! Como eu o odeio! Sempre o odiei. Nunca nos demos bem. Eu sempre odiei o jeito de ele ser arrogante. De achar que a solução dos seus problemas é fugir dos outros. De não querer admitir seus sentimentos. De pisar e quebrar meu coração em pedaços. Que não é capaz de perguntar se estou bem. Aquele que eu tenho nojo só de olhar para sua foto.

Por isso que pra mim, simplesmente não pode ser você. Não pode ser a mesma pessoa. Como alguém pode ser tão amável em um momento, e em outro ser um monstro que ninguém quer chegar perto? Por favor, não me diga que é o mesmo garoto. Me diga que aquele garoto que eu amo existe, e que eu posso ignorar esse outro que eu ao menos nem conheço. Por favor! Me diga que são dois, e que eu posso ser feliz com o primeiro!

Beta

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. vivaconectado
    jul 30, 2011 @ 18:25:29

    aaaaa…. muitoooooo Boooooom ! Show arrasaram ! vou por em meu blog só que… com algumas alterações >< ! muito bom mesmo !

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: